Veja antes e depois de obras de arte destruídas por terroristas no Palácio do Planalto

No último domingo (8), o Palácio do Planalto sofreu um ataque terrorista de bolsonaristas que destruíram objetos históricos, obras de arte e patrimônio público.

Dentre os diversos objetos destruídos pelo vandalismo de bolsonaristas, estavam obras de arte de artistas brasileiros como Di Cavalcanti e Victor Brecheret.

+ Por dentro do Palácio da Alvorada: veja fotos da destruição da casa do Presidente

+ Triplex de Faustão custa R$ 35 milhões e tem 25 cômodos. Veja fotos!

+ Janja usa roupas de marcas brasileiras para diplomação de Lula

A cadeira usada pela presidência do STF, feita por Jorge Zalszupin foi arrancada do prédio. Foto: Reprodução/ Twitter
A cadeira usada pela presidência do STF, feita por Jorge Zalszupin foi arrancada do prédio. Foto: Reprodução/ Twitter

No ataque às sedes dos três poderes, sem precedentes na história do Brasil, pelo menos 1.200 terroristas foram detidos nos acampamentos golpistas e levados à Polícia Federal. 

"As Mulatas", Di Cavalcanti. Foto: Reprodução/ GloboNews
“As Mulatas”, Di Cavalcanti, antes. Foto: Reprodução/ GloboNews
"As Mulatas", Di Cavalcanti. Foto: Reprodução/ GloboNews
“As Mulatas”, Di Cavalcanti, depois. Foto: Reprodução/ GloboNews

Dentre os 15 crimes cometidos pelos extremistas, estão dano a bem público, ato obsceno e golpe de estado. Confira a seguir as imagens de antes e depois de alguns dos objetos destruídos no ataque ao Palácio do Planalto:

Relógio Balthazar Martinot, século 17. Foto: Reprodução
Relógio Balthazar Martinot, século 17, antes. Foto: Reprodução
Relógio Balthazar Martinot, século 17. Foto: Reprodução
Relógio Balthazar Martinot, século 17, depois. Foto: Reprodução
'A Justiça', feita pelo artista belo-horizontino Alfredo Ceschiatti em 1961. A frase "perdeu, mané" foi pichada na obra. Foto: Reprodução/ Twitter
‘A Justiça’, feita pelo artista belo-horizontino Alfredo Ceschiatti em 1961. A frase “perdeu, mané” foi pichada na obra. Foto: Reprodução/ Twitter
A escultura de bronze 'A bailarina' feita em 1920 por Victor Brecheret foi roubada por manifestantes bolsonaristas. A obra fazia parte do acervo da Câmara dos Deputados. Foto: Reprodução/ Twitter
A escultura de bronze ‘A bailarina’ feita em 1920 por Victor Brecheret foi roubada por manifestantes bolsonaristas. A obra fazia parte do acervo da Câmara dos Deputados. Foto: Reprodução/ Twitter
O painel "Araguaia", vitral de Marianne Peretti, de 1977, foi quebrado na Câmara dos Deputados. Foto: Reprodução/ Twitter
O painel “Araguaia”, vitral de Marianne Peretti, de 1977, foi quebrado na Câmara dos Deputados. Foto: Reprodução/ Twitter

Fique por dentro de nossas notícias na página do DecorStyle no Facebook ou no nosso site  www.decorstyle.ig.com.br

Quer saber mais sobre o assunto? Então, confira em nossas matérias:

+ 14 ideias para transformar a parede branca em uma obra de arte

+ Conceito aberto e obras de arte são pontos focais na reforma desse apê. Confira!

+ Comunidade online reúne ‘obras de arte’ feitas com uma lavadora de alta pressão. Confira!

Back to top